quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Meu melhor lapso.

Se Nando se embaralhou para falar de Cássia, imagine o quanto não me perderia para falar sobre ele. Ele, que em meio a tanta confusão e tumulto, se tornou minha paz. Sim, minha paz é morena, engraçada, um pouquinho charmosa e estranha, muito estranha. Devo dizer, há uma semelhança na nossa... estranheza.
Um acaso maravilhoso, eis o que ele é. Daqueles que de um jeito ou de outro eu esbarraria, e por sorte, foi justamente quando tudo buscava um equilíbrio inexplicável. E foi justamente aquele sorriso que me chamou atenção, que roubou meu interesse pelo cômodo e me fez querer o novo, aquele sorriso que me acalma de longe e que de longe, me dá saudade. E temos tudo para sermos outra história desses casos absurdos que comentam no cotidiano, onde dizem que ela é pouco para ele, ou que ele possui interesses exteriores relacionados a ela. Mas essa história tem sido contado há um bom tempo, sobre ela, que é tormento e barulho, que se encaixa nele, que é calmaria e orientação (Deixando claro que as melhores histórias são repletas de atenuações).
Um pouco clichê, de uma maneira surpreendente. Acabei gostando, muito. Meu lado "careta" tinha um admirador, aliás, um alguém para compartilhar cada detalhe dessa estranheza. E finalmente podia falar sobre minhas histórias rodeadas de bebida, arte e música boa. Já que foi ele quem fez Nando, Cássia, Baleiro e Gadú finalmente fazer sentido.
E de todas as maneiras que o mundo poderia me apresentar a ele, acabamos passando por todas e permanecendo na mais previsível-não-previsível, pois aquele sorrisinho bobo de estacionamento se tornou um parceiro de dança, um parceiro de cerveja em bares rodeados dos modões que tanto gosta e um caso de tardes tranquilas, onde me esqueço e me encontro nele. Agora sou quem sempre quis ser, eu. Me deixa ser boba, me acalma, me atormenta, me faz acreditar que mesmo que o tempo passe, os melhores momentos ficarão.
Fomos feitos de música, teatro e magia, portanto se entre eu e ele há acasos, que em nós haja ainda mais sorte, mais música e mais magia.



Postar um comentário